Sara Antunes

Atriz, diretora e filósofa

Sara Antunes

Sara é atriz, dramaturga e filósofa, formada em Filosofia e Arte Dramática pela USP. Atuou em mais de 10 longas metragens assinou autoria de 7 obras teatrais , atuou em português, francês e inglês no cinema e no teatro.

Foi uma das fundadoras do Grupo Tablado de Arruar e do Grupo XIX de Teatro, ambos de São Paulo, tendo realizado turnês pelo Brasil, Portugal, França, Inglaterra e Cabo Verde. Com o Grupo XIX, atuou nos espetáculos premiados “Hysteria”, “Hygiene” e “Arrufos”.

Escreveu e atuou nos solos “Negrinha” dirigido por Luiz Fernando Marques e “Sonhos para Vestir”, dirigido por Vera Holtz. Já trabalhou com muitos nomes, entre os quais se destacam Maitê Proença e Amir Haddad em “As Meninas”, Felipe Hirsch em “Temporada de Gripe” , Caco Coelho em “Vestido de Noiva” , Yara de Novaes em “Corpos Opacos”  e Grace Passô e Georgette Fadel em “Guerrilheiras “.

No teatro, recebeu prêmios como APCA, Qualidade Brasil, por duas vezes, Nascente (USP), além de ter sido indicada ao Prêmio Shell e ao Prêmio Questão de Critica.

Atuou em diversos trabalhos no cinema, com destaque para “Deslembro” de Flavia Castro que estreou em Veneza, ” Alma Clandestina” de José Barahona , “Se Deus Vier que Venha Armado” de Luis Dantas e “Primeiro dia de um Ano Qualquer” de Domingos Oliveira, no qual foi indicada no Festival de Gramado como Melhor Atriz Coadjuvante.

Na televisão atuou na serie de José Villamarim “Nada Será Como Antes” e na série “Segunda Chamada” de Joana Jabacce.

Todos os artistas